TELA INICIAL | EMPRESA

ROTOMOLDAGEM

A Rotomoldagem (ou Moldagem Rotacional) é um processo de moldagem de plástico altamente versátil que permite o desenvolvimento e fabricação de produtos em pequenas e média escala com custos bastante reduzidos. 

O processo de rotomoldagem é ideal para a produção de peças ocas de grande porte, bem como de peças com dimensional reduzido quando a configuração não possibilita sua produção através dos demais processos. 

Os índices de produção são relativamente baixos, visto que a produção é demorada se comparada com os demais processos. 

No processo de rotomoldagem, o material termoplástico é inserido na cavidade do molde, em forma de pó, em quantidade adequada para atender os requisitos de espessura do produto. 

Este molde é fechado, colocado em um forno e girado vertical e horizontalmente. O molde que, continua girando, distribui o material em início de fusão sobre suas paredes por efeito da força centrífuga, formando uma película. Após um determinado período, o molde é retirado do forno e resfriado para manutenção da forma desejada da peça. Ao final, o produto é retirado do molde, na maioria das vezes de forma manual.

INJEÇÃO

O processo de injeção é um método de processamento de plásticos que consiste essencialmente no amolecimento do material num cilindro aquecido e sua conseqüente injeção em alta pressão para o interior de um molde refrigerado, onde o material resfriado toma a forma final da cavidade do molde. O produto moldado é então expelido do molde por meio dos pinos extratores, ar comprimido, prato de arranque ou outros equipamentos auxiliares. A unidade de produção para o processo de injeção é composta pelos seguintes componentes: 

  • Máquina injetora; 
  • Molde de injeção; 
  • Dispositivos de extração / sistema de acabamento ou impressão.

SOPRO

O processo de sopro consiste em plastificar o composto plástico com o auxílio de um cilindro de plastificação equipado com resistências elétricas e de uma rosca. 

O processo de sopro em geral é utilizado na obtenção de peças ocas através da insuflação (ou enchimento) de ar no interior do molde, de forma a permitir a expansão da massa plástica, até a obtenção da forma desejada. A unidade de produção para o processo de sopro é composta pelos seguintes componentes: 

  • Máquina sopradora; 
  • Molde de sopro; 
  • Dispositivos / sistema de acabamento.

 

O primeiro passo do processo consiste na formação de uma mangueira de material termoplástico amolecido, chamada de parison. Esta é depositada dentro do molde de sopro, que se fecha prensando o parison. Em seguida é soprado ar com pressão contra as paredes do molde adquirindo a forma da cavidade, sendo refrigerado e extraído após o estágio de refrigeração. Na maioria dos casos, o produto necessita passar por um processo de acabamento posterior, como por exemplo: rebarbação, furação, estampo, etiquetagem, etc.

SOLICITE O SEU PROJETO
Entre em contato conosco e conte-nos sobre
seu projeto.
CONTATO
CLIENTES
Conheça as empresas que trabalham conosco.
CONHEÇA MAIS
GRUPO XALINGO
Visite também as outras divisões de nossa
empresa.