Conexão Xalingo – Blog

Física no folder de mercado

post01

Temida por uma grande parcela de estudantes, inclusive com uma das menores taxas de acerto no ENEM (segundo pesquisa do appProva), a Física pode ser ensinada de uma forma mais próxima da realidade do estudante. É o que fez o professor Sandro Soares Fernandes, do Colégio Pedro II, Campus São Cristovão III.

A ideia foi aproveitar um momento de rotina, como a ida ao mercado, e criar um folder de ofertas fictícias. No anúncio, ao invés de preço, os produtos usavam unidades diferentes. Por exemplo: uma lâmpada era vendida por horas de uso, pão de forma por fatias e sandálias por anos de caminhada.

O aluno precisava, então, fazer uma série de estimativas. Exemplo: se valeria a pena comprar um pacote de 500 gramas de macarrão ou 500 metros do produto. Com esse folder fictício, comparando com anúncios de um supermercado de verdade, os estudantes tiveram a atividade de explorar massa, comprimento, volume, área, densidade, entre outros pontos. Para cada produto, compararam preços e pensaram nas suas relações para encontrarem os melhores preços.

Segundo Sandro, algumas estratégias foram adotadas pelos grupos. Para o macarrão, os grupos estimaram o comprimento de cada espaguete e a quantidade deles em um pacote de 500g. Também estimaram a massa e o tamanho de cada um dos espaguetes, para identificar o número deles por pacote e seu comprimento total alinhados.

Para o professor, a atividade foi recompensatória, já que os alunos e ele próprio sentiram-se desafiados e, trazer o mundo real pra matéria, tornou-a mais fácil de ser aprendida.

Fontes:
http://porvir.org/sala-de-aula-se-transforma-em-supermercado-para-aprender-fisica/

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *