Conexão Xalingo – Blog

Vá com calma, tecnologia!

post01

A tecnologia já é realidade na vida de oito em cada dez crianças e adolescentes entre nove e 17 anos, segundo a pesquisa TIC Kids Online Brasil 2015, conduzida pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), através do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br).

Para diminuir possíveis efeitos nocivos da tecnologia, na vida de crianças e adolescentes, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) desenvolveu uma série de orientações sobre a exposição às telas, de acordo com idade e etapas dos desenvolvimentos dos jovens. O documento “Saúde de Crianças e Adolescentes na Era Digital” tem inspiração em estudos e recomendações internacionais, adaptando-os ao nosso país.

As recomendações são a partir do nascimento das crianças. Segundo a SBP, bebês com até dois anos não devem ter acesso às telas. Já para as crianças entre dois e cincos anos de idade, recomenda-se somente uma hora diária. Com 6 anos, a recomendação é que não possuam contato com jogos violentos. Até os dez anos, as crianças não devem possuir televisão ou computador em seus quartos, afim de evitar o consumo de conteúdos inapropriados.

Os possíveis perigos para o desenvolvimento infantil, apontados pela SBP, são: aumento da ansiedade, estímulo a comportamento violento ou agressivo, transtornos de sono ou alimentação, queda no rendimento escolar, má relação com as pessoas, entre outros.

Para saber mais sobre o documento, acesse: https://www.sbp.com.br/sbp-em-acao/sbp-lanca-conjunto-de-orientacoes-em-defesa-da-saude-das-criancas-e-adolescentes-na-era-digital/

E, em sua opinião, a tecnologia é benéfica ou prejudicial às crianças e adolescentes?

Fontes:
http://porvir.org/telas-criancas-conheca-os-mitos-riscos-desta-exposicao/

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *