Conexão Xalingo – Blog

Todos podem cooperar

post01

A proatividade é uma competência cada vez mais valorizada no mundo corporativo, principalmente no atual momento da nossa história. Entendendo a importância de passar esse valor às crianças desde cedo, a professora Vanessa Araújo resolveu criar cargos aos alunos em sala de aula. Mas claro: a prioridade deles é ser estudante.

Diante de situações em que os alunos eram muito dependentes de terceiros, como por exemplo, limpar a sujeira de um lápis apontado, Vanessa desenvolveu algumas estratégias que envolvessem todos os alunos na limpeza do local. Ela criou uma lista de atividades para os alunos realizarem e, juntos, determinaram o que necessitava de mais cuidado, como limpeza e organização.

Vanessa apresentou todas as tarefas em uma tabela e assim cada aluno pode escolher qual seria função. Eles nomearam as atividades como empregos. O processo para manutenção do “emprego” foi claro: para continuar empregado, o aluno deveria ter um bom desempenho acadêmico, além de se comportar corretamente. Caso não seguisse isso, perderia o cargo.

Segundo a professora, a estratégia teve êxito total. Os alunos compreenderam que os responsáveis pela limpeza do colégio eram contratados para serviços mais pesados e que, limpezas mais básicas, poderiam ser resolvidas por eles próprios. Outro ponto observado por ela, foi o amadurecimento das crianças, já que sentiam-se orgulhosa em cooperar.

Fontes:
http://porvir.org/professora-transforma-sala-de-aula-em-empresa-cria-cargos-para-os-alunos/

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *