Cultural

Voltar

Como as notas musicais foram descobertas?

Como as notas musicais foram descobertas?
Na verdade, as notas musicais não foram descobertas, mas inventadas. Elas são uma convenção, um código estabelecido para os músicos poderem ler as partituras. O modelo ocidental que conhecemos, o famoso "dó-ré-mi", é apenas um dos códigos existentes. Dependendo do país, cada som pode ser representado por notas ou marcações diferentes. Este modelo ocidental, no entanto, é o mais popular. Ele surgiu graças à Igreja, que era a instituição responsável por oficializar e esquematizar o ensino musical na Idade Média.
As notas que conhecemos foram criadas pelo monge italiano Guido de Arezzo, no final do século 10. Ele trabalhava num mosteiro e percebeu que os cantores gregorianos tinham dificuldade para memorizar as músicas sacras. E a Igreja valorizava muito a música pois, como a maioria das pessoas era analfabeta, era o método mais poderoso de angariar fiéis. O monge montou a sequência "ut-re-mi-fa-sol-la-si", usando como base as iniciais dos versos do Hino a São João Baptista, que era uma canção muito popular na época. Mais tarde, por ser bastante difícil de ser lido, o "ut" virou "dó".
Ainda que existam outros sistemas de notas musicais mundo a fora, este ainda é o método mais difundido.