Blog :: Xalingo

Tag - sustentabilidade

Dicas para incentivar a sustentabilidade nas crianças

post2

post2

 

Se trabalhada desde a infância, a sustentabilidade pode se tornar um hábito quando os pequenos crescerem. Conversar com seus filhos, afilhados e sobrinhos sobre consumo consciente e os seus efeitos, ajuda as crianças a entender melhor sobre questões ambientais. E isso cria uma mudança de comportamento que eles levarão para a vida toda. Com algumas dinâmicas diárias, é possível incentivar o pensamento sustentável nos pequenos.

 

Confira as dicas que selecionamos para ajudar as crianças a cultivar uma visão mais ecológica e sustentável do mundo e suas relações.

 

Interruptores de luz com desenho de super-herói

Apagar as luzes nos ambientes que não estão sendo usados é uma das melhores formas de economizar energia em casa. Para um adulto, lembrar de apagar a luz já é habitual, mas para uma criança ainda não. Que tal instalar ou personalizar alguns interruptores com o desenho do super-herói ou personagem favorito das crianças, para incentivá-las a apagar a luz? É uma medida simples, mas que aproxima a criança do conceito de sustentabilidade, uma vez que se pode aproveitar para explicar a ela que a energia elétrica é uma forma de consumo que impacta no ambiente.

 

Transforme o tempo de banho em uma corrida

Um ou dois minutos a menos em cada banho pode economizar até 150 litros de água por mês, sem contar na economia de energia elétrica. Para ajudar a acelerar o banho dos pequenos, cronometre o tempo deles, oferecendo pequenas recompensas a cada banho com o tempo dentro do estipulado.

 

Coloque as crianças no comando da reciclagem

É bacana ensinar as crianças a fazerem a reciclagem dos resíduos alimentares em casa, através da compostagem. Para envolve-los de verdade nisso, atribua à molecada o controle da reciclagem. Isso estimulará a importância e o valor da separação do lixo doméstico. Além de ensinar sobre a reciclagem, é fundamental que os pequenos aprendam também a reduzir o consumo e, consequentemente, gerar menos resíduos.

 

Reaproveitando a água da chuva

Ensine às crianças que a água da chuva pode ser reaproveitada. Quando estiver para chover, basta colocar um balde fora da casa com uma pedra dentro para não tombar e esperar. Depois que a chuva passar, a água coletada pode ser usada para molhar plantas ou até nos vasos sanitários. Essa atividade é mais fácil para quem mora em uma casa, mas se morar em apartamento, é só descer no térreo.

 

 

Fonte: E-Cycle

Ecologia no dia a dia das crianças

post3

post3

Por mais que a escola possa ensinar e incentivar, a consciência ecológica dos pequenos deve começar dentro de casa. Pensando nisso, trouxemos algumas dicas de como levar a sustentabilidade para o dia a dia da família.

 

Mesmo morando em grandes cidades, é possível encontrar formas de fazer com que o contato com a natureza e o respeito ao meio ambiente façam parte da rotina da família, para que as crianças possam desenvolver essa relação de cuidado e envolvimento com a sustentabilidade de ecologia. Confira algumas formas de fazer isto na prática.

 

Tenha uma composteira em casa

Até para quem mora em apartamento e não possui muito espaço, é possível fazer compostagem. É um processo relativamente simples, mas que pode ensinar muito às crianças sobre os ciclos na natureza.

 

Dê à criança uma planta para chamar de sua

Para incentivar e ensinar a criança a cuidar de uma planta, designe uma que vá ficar sob a responsabilidade dela para regar, adubar, podar. Ou, ainda, você pode recorrer à clássica experiência do feijão brotando no algodão ou, quem sabe, dar um vaso pequeno com alguma flor ou erva aromática como hortelã, manjericão, alecrim ou mesmo tomate cereja, para que seu pequeno possa criar uma rotina de cuidados e observar o crescimento da plantinha.

 

Consciência e alimentação andam juntas

Se tiver espaço para fazer uma pequena horta em casa, você terá uma ótima aliada para conscientizar e ensinar as crianças a respeito da alimentação saudável. Cultivando algumas hortaliças ou tubérculos para consumo da família, é um ótimo jeito de evitar agrotóxicos desde cedo. Em pouco tempo elas mesmas conseguirão perceber a diferença de sabor entre os alimentos cultivados em casa, com cuidado e carinho, daqueles consumidos em restaurantes e aprenderão a valorizar os alimentos saudáveis.

 

Frequente parques e praças

Brincar ao ar livre é essencial para as crianças. Descubra espaços verdes em sua cidade para curtir com a família. Você pode organizar um piquenique e brincadeiras, além de aproveitarem para explorar e tentar identificar as plantas do parque ou praça onde estiverem.

 

Sem nojinho de terra!

As crianças não costumam ter nojo de mexer na terra – até que percebam o nojo no adulto. É sabido que há micróbios na terra, mas já foi provado que esse tipo de ‘sujeira’ é benéfico para o desenvolvimento do sistema imunológico da criança. Portanto, diga não ao nojinho e, não só permita que eles brinquem e mexam na terra, como aproveite para brincar junto. Vocês terminarão a brincadeira com as energias – e as defesas do organismo -renovadas!

 

 

 

Fonte: Catraquinha

Aprendendo sobre sustentabilidade

post3

post3

A conscientização das crianças sobre a natureza e o meio ambiente deve começar em casa. E isso pode ser ensinado de formas divertidas, tornando-se parte da rotina diária delas.

 

Existe uma série de atividades e brincadeiras que estimulam a consciência ecológica nas crianças. E nada melhor do que envolvê-las desde pequenas em atitudes sustentáveis, para que se tornem hábitos em sua vida adulta. Vale conversar com elas sobre a destruição do planeta, as consequências do consumo excessivo, a alta produção de lixo, os desperdícios de água e alimentos, entre outros temas. Mas isso pode ser feito por meio de atividades e, claro, dando o exemplo em casa. Confira algumas possibilidades.

 

Fazer uma pequena horta em casa

Ensinar e envolver as crianças no ato de plantar faz com que elas entendam a procedência dos alimentos e todo o processo que envolve até eles chegarem à mesa. Elas devem aprender a colher apenas aquilo que vão comer, evitando o desperdício. Aproveite para buscar receitas que utilizem os alimentos em sua integridade – cascas, folhas, etc. Além de reforçar a questão do aproveitamento total dos alimentos, ainda ajuda a ampliar o paladar e a ingestão de nutrientes dos pequenos.

 

Criar brinquedos com sucata

Um ótimo jeito de incentivar a reciclagem e ainda gerar muita diversão para as crianças é criar brinquedos a partir de embalagens que seriam descartadas. Reúna caixinhas, lata, saquinhos, tampinhas, garrafas pet, fitas e toda a sorte de sucatas para que as crianças soltem a imaginação criando diversos jogos e brinquedos. As possibilidades são praticamente infinitas, basta usar a criatividade e a imaginação.

 

Confeccionar objetos com sucata

Além de criar brinquedos, as sucatas reunidas também podem servir para criar objetos decorativos para a casa. Existem muitos tutoriais na internet com ideias fáceis e resultados lindos para você fazer com as crianças. Elas vão adorar ver suas ‘obras’ dando um toque especial à decoração da casa. Use a criatividade!

 

 

 

Fonte: Disney Babble

Instrumentos musicais feitos com material reciclado

coleta-seletiva-2

coleta-seletiva-2

É possível fazer muitos brinquedos legais com materiais que iriam para o lixo. Com um pouco de criatividade e paciência, é possível fazer coisas muito legais que a criançada vai adorar.

 

Que tal aprendermos como fazer instrumentos musicais a partir do lixo? Você pode montar uma banda completa somente com materiais reciclados. Chame seu filho para ajudar você nessa tarefa e depois peça para que ele chame os amigos para fazer aquele som!

 

Tambor: pegue uma lata de leite em pó ou achocolatado vazia. Cole tiras de fita isolante por toda a boca destampada da lata, até cobri-la por completo. Pegue um pedaço de cartolina ou outro papel colorido e envolva a parte cilíndrica da lata. Decore-o como quiser! Para as baquetas, pegue dois lápis e envolva suas pontas com lenços de papel prendidos com fita adesiva. Está pronto o tambor para as crianças começarem a batucar!

 

Chocalho: encha 1/3 de uma latinha de molho de tomate ou uma latinha de refrigerante com pedrinhas pequenas ou açúcar cristal. Passe fita adesiva colorida na tampa, para decorar e evitar de que se abra. Está pronto o chocalho! Basta balançá-lo no ritmo da música.

 

Xilofone: você vai precisar de 5 garrafas de vidro do mesmo tamanho, uma vareta de madeira, água, funil e tinta guache. Encha a primeira garrafa até o gargalo. Para a segunda, e assim sucessivamente, vá enchendo com dois dedos de água a menos.  Colora a água de cada garrafa com gotinhas da tinta guache e mexa bem. Está pronto! Basta você bater cada garrafa com a varetinha para ver a diferença nos sons de cada uma, uns mais agudos e outros mais graves.

Brincadeiras para ensinar reciclagem para as crianças

reciclagem

A sustentabilidade é um tema que está cada vez mais em voga, e que por questão de princípios, coloca a necessidade de ser ensinada às novas gerações. Tendo em vista que os recursos do planeta são finitos, e que muitos deles estão realmente acabando, a prática da reciclagem é a melhor resposta e a solução mais viável para esse problema.

 

Como as crianças serão os adultos de amanhã, e infelizmente viverão tempos ainda mais escassos de recursos naturais, é necessário educá-los sob o lema da sustentabilidade. E existe modo mais legal de ensinar e de aprender do que com brincadeiras?

 

Acertando o cesto: Essa brincadeira ensina às crianças de quais materiais os objetos são feitos e qual é o cesto correto da coleta seletiva para cada um deles. Com um toque de velocidade e competição saudável, as crianças irão se divertir e aprender brincando! Para essa brincadeira é necessário no mínimo duas crianças; 5 cestos coloridos e com os nomes dos materiais: metal, plástico, vidro, papel e madeira e vários objetos feitos com todos esses materiais. Cada jogador terá um minuto para colocar os objetos nos devidos cestos. Ganha a rodada quem conseguir colocar o maior número de objetos nos cestos corretos em menor tempo!

 

Jogo de boliche: Para fazer o jogo você vai precisar de: 8 garrafas pet de 600 ml, areia, papel crepon, jornais e fita adesiva. Como fazer: encha cada garrafa com um pouquinho de areia e tirinhas do papel crepon colorido até a tampa. Feche as garrafas. Para a bola, amasse folhas de jornal e as envolva com fita adesiva para dar firmeza e forma definida. O objetivo do jogo é arremessar a bola em direção às garrafas e derrubar o máximo de garrafas possível!

 

Jogo de damas: O tabuleiro pode ser feito com uma placa de madeira ou mesmo com uma folha de cartolina, e o seu desenho deverá compreender 64 quadradinhos, 8 na vertical e 8 na horizontal, coloridos de forma intercalada. As 24 pecinhas serão feitas com tampinhas de metal ou de plástico, metade de uma cor e metade de outra. E pronto! Basta posicionar as tampinhas, uma de cada lado nos quadrinhos coloridos, e começar a jogar!

 

Fantoches: Os fantoches de meias velhas ou sem par são uma brincadeira tradicional e fácil de fazer. Você precisará das meias, botões de roupa, novelos de lã coloridos, canetinhas e potinhos de iogurte limpos. Para a confecção dos fantoches vale a criatividade. Nós sugerimos os botões para os olhos, a lã para fazer os cabelos, os potinhos de iogurte para um chapéu e as canetinhas para desenhar outros detalhes. É possível fazer vários personagens e montar uma peça de fantoches reciclados com seus pequenos. Não é demais?

 

reciclagem

 

Fonte: http://blog.retroca.com.br/

Aprendendo sobre sustentabilidade e economia de um jeito divertido

cofre01

Nada melhor do que aprender na prática a reciclar aquilo que já não serve mais e iria para o lixo. Você pode soltar a imaginação e criar diversos brinquedos com materiais reciclados. Dessa forma, além de ensinar mais ao seu filho sobre sustentabilidade e cuidados com o meio ambiente, você ainda pode renovar a casa e a decoração do quarto do seu filhote.

Vamos aprender a fazer um cofrinho todo feito com materiais reciclados. Além do mais, você ajuda seu filho a economizar uma graninha!

Você vai precisar de:

Lata de alumínio
Fita adesiva
2 pinceis
Estilete
2 cores de tintas

Vamos ao passo a passo:

– Coloque pedaços da fita adesiva no contorno da lata. Deixe-as com a mesma distância entre si, para ficar mais bonita.

passo01

 

– Use o pincel para passar uma das tintas nos espaços entre as fitas.

passo02

 

– Espere que a tinta seque e retire as fitas.

passo03

 

– Faça um buraco na tampa da lata utilizando o estilete. O tamanho deve ser o suficiente para que passem moedas.

passo04

 

– Pegue o pincel, passe na tinta que ainda não foi usada e pinte a tampa.

passo05

 

– Espere secar e coloque a tampa na lata de alumínio.

passo06

cofre01

 

 
Fonte: Bolsa de Mulher

Como ensinar reciclagem para as crianças

reciclagem

A reciclagem é uma ação importante que todo cidadão deve praticar. Quando se cria desde cedo a consciência ecológica fica ainda mais fácil levar esses ensinamentos para a vida adulta. Dessa forma, teremos uma geração mais inteligente e preocupada em preservar os nossos recursos naturais e o meio ambiente.

reciclagem

Separamos alguns passos para você ensinar a reciclagem em casa para os seus filhos!

– Coloque latas de lixo reciclável pela casa. No início, escolha as categorias básicas, como “Papel”, “Plástico”, e “Papelão”. Não faça listas muito complicadas de cada categoria ou as crianças ficarão confusas. De início, deixe que elas separem pela aparência.

– Caso seus filhos já estejam na escolinha, faça suas próprias latas de lixo e imprima imagens e desenhos que representem cada categoria, para que eles saibam onde jogar cada objeto. Com as crianças mais velhas, e com os adolescentes, o melhor é que decorem cada categoria.

– Pergunte à criança do que ela acha que cada item é feito. Ao invés de apenas jogar no lixo uma caixa de cereais, peça a ela para sentir o objeto (para ativar o tato), por exemplo, “Isto é papel ou papelão?” Deixe que ela decida qual é a lata de lixo correta.

– Estimule seu filho a usar os dois lados de um papel. O uso excessivo de canetinhas pode acabar marcando o papel do outro lado, por isso, faça com que seu filho use giz de cera e vire a folha para usar o outro lado, ao invés de pegar uma nova. Compre papel especial para aquarela, assim a tinta e a água não estragarão o outro lado. Em lojas de arte e materiais escolares, você poderá encontrar cadernos com papeis especiais para esse tipo de tinta.

– Pense em maneiras criativas de reutilizar material reciclado. Possui um hamster de estimação? Coloque o rolo de papel toalha dentro da gaiola dele. Corte os lados de uma caixa de papelão e utilize como gaveta portátil. Guarde as caixas de ovos para trabalhos de artesanato, como bibelôs ou porta-clipes. Caixas e garrafas de leite podem ser usadas para fazer alimentadores de pássaros na primavera. Bandejas de isopor de carne são ótimas para misturar tinta. Você também pode fazer uma massinha com água e amido de milho para as crianças brincarem.

– Deposite restos de comida em um recipiente fora da sua casa. Quando a criança comer uma banana ou uma laranja, peça para ela colocar as cascas em um recipiente para usar como adubo para o solo.

– Ensine às crianças quais são os itens que não reciclamos. Prepare-se para perguntas como “Por quê?”, e tente responder de maneira simples. Sempre jogue o lixo usando luvas e com cuidado, dependendo do material.

– Leve seu filho a um centro de reciclagem. Muitos lugares compram latas e outros itens recicláveis. Deixe que ele fique com o dinheiro pelo esforço, assim você motivará a criança a continuar a reciclagem sempre.

Fonte: http://pt.wikihow.com/

Que tal aprender a reciclar papel em casa?

papel

A reciclagem está cada vez mais presente na nossa vida e ela é essencial para que o meio ambiente não sofra ainda mais com as mudanças impostas por nós humanos.

O papel, por exemplo, é um dos materiais que podem ser reciclados de uma maneira simples e fácil. Você já parou pra pensar na quantidade de papel que gastamos por dia. Seja em embalagens de alimentos, seja no nosso dia a dia entre um bilhete ou outro.

Pois o pessoal do Manual do Mundo nos ensina a fazer a reciclagem do papel em casa mesmo. O processo é simples, mas é preciso ter um pouco de paciência. O papel que você vai obter com a reciclagem é um pouco mais grosso e irregular se comparado com o papel que compramos na papelaria. Mas você pode usá-lo em uma embalagem de presente ou ainda para encapar caixas e cadernos. Se quiser fazer papeis coloridos, basta usar corante próprio para papel que ele ficará da cor que você quiser.

Vamos fazer um gatinho com produtos recicláveis?

gatos

Que tal aproveitar o tempo livre para fazer um brinquedo novo para o seu filho? Com materiais bem fáceis de achar é possível fazer um gatinho que pode servir para enfeitar o quarto do seu filhote ou presentear alguém querido.

Anote aí o que você vai precisar:

– Tinta PVA
– Pincel
– Massa de papel machê
– 2 olhinhos de plástico ou 2 botões pequenos
– Fita crepe
– Tesoura sem ponta
– Folhas de jornal
– Canetinha preta
– 1 embalagem vazia de bebida láctea

materiais_gatos

Dica: Você pode encontrar massa de papel machê e os olhinhos de plástico em lojas de artesanato.

Modo de fazer:

1 – Faça uma bola de papel com um pedaço de folha de jornal. Ela deve ter tamanho suficiente para tapar a embalagem e será a cabeça do seu gato. Grude-a na parte da frente da embalagem com a fita crepe. Use outro pedaço de jornal para fazer um rolinho, que será o rabo do bichano, e grude-o com fita crepe na base da embalagem.
passo01_gatos

2 – Use água para umedecer a massa de papel machê até que ela fique consistente para modelar. Cuidado para não molhar demais.

passo02_gatos

3 – Cubra a estrutura com a massa de papel machê, moldando o corpo do gatinho. Preste atenção na hora de fazer as orelhinhas.

passo03_gatos

4 – Grude os olhinhos de plástico ou os botões, como mostra a foto. A massa de papel machê contém um pouco de cola, por isso basta pressionar os olhinhos e eles ficarão grudados. Coloque o boneco para secar.

passo04_gatos

5 – Depois que o boneco estiver bem seco, use o pincel para pintar com tinta da cor que você preferir.

passo05_gatos

6 – Você pode usar a imaginação e fazer um gatinho com bolinhas coloridas ou listrado, como mostra a foto.

passo06_gatos

7 – Use a canetinha para desenhar os bigodes, a boca e o focinho. E agora o seu gatinho está pronto!

passo07_gatos

Fonte: www.uol.com.br

Ser sustentável é ensinar seu filho a comer melhor

sustentabilidade

Existem milhares de pessoas que passam fome ao redor do mundo. E todos os dias, na nossa casa, a gente acaba desperdiçando uma grande qualidade de alimentos que poderiam alimentar pessoas. Saber o que se come e não desperdiçar comida é uma forma de ser sustentável.

Começando pela compra dos alimentos. Prefira sempre os alimentos orgânicos e frescos. Se perto da sua casa tiver uma feira de produtores esse pode ser um ótimo lugar para a compra de frutas e verduras. Além disso, você estará incentivando a economia familiar já que muitas dessas famílias dependem da venda desses produtos. Você pode levar seu filho para ajudar você na escolha desses alimentos.

Você ainda pode ensinar seu filho a aproveitar os alimentos ao máximo. A fruta está muito madura? Nada de jogar fora. Use para sucos ou ainda para fazer um bolo delicioso. Com os restos de pão você pode fazer farinha de rosca e usa-la para empanar carnes, por exemplo. O conceito de não jogar a comida fora e consumi-la de maneira criativa e na sua totalidade é de extrema importância.

A gente já ensinou aqui a fazer uma horta em casa. Instaura-se assim o conceito do cuidado que se deve ter com uma planta, verdura, hortaliça, fruta e em contrapartida o sustento que esta oferece!

sustentabilidade