Blog :: Xalingo

Tag - sono

Shantala: massagem para bebês

A Shantala é uma massagem que promete reduzir as cólicas e acalmar os bebês, fazendo com que eles tenham um sono mais tranquilo. Que tal experimentar com seu pequeno?

 

Dedique alguns minutos do dia para alimentar sua relação de amor com o bebê e fortalecer seu vínculo afetivo, aplicando a massagem shantala nele. O contato da pele da mãe com o bebê transmite amor, confiança e conforto a ele. E, sentindo-se assim, o bebê se desenvolverá de forma mais plena.

 

A Shantala é uma técnica indiana milenar de massagem, que pode ser feita desde o primeiro mês de vida do bebê. Ela faz com que o ele durma melhor, além de ajudar a liberar os gases com mais facilidade, reduzindo as cólicas e a prisão de ventre do pequeno. Além disso, a massagem ainda estimula o sistema imunológico, melhora a respiração e a expectoração e ajuda a criança a conhecer o corpo para passar melhor pelas fases motoras seguintes, como rolar, sentar, engatinhar e andar.

 

Utilize um óleo apropriado para bebês e faça da massagem um momento especial do dia de vocês.

 

Confira os passos no vídeo:

video

 

 

 

Fonte: Canal GNT

Curiosidades sobre o sono dos bebês

post2

post2

Os bebês dormem de forma muito diferente dos adultos. Porém, muitas vezes não reparamos nisso – até termos filhos. Quando as pessoas têm um sono gostoso e repousante, costumam dizer que dormiram como um bebê. Mas será que o sono dos bebês é assim mesmo?

 

Quem tem filhos certamente já percebeu que o sono dos bebês não é tão tranquilo quando pode parecer. Eles podem acordar de hora em hora ou permanecer acordados por horas durante a madrugada. Isso, sem contar aquele radarzinho que eles parecem ter, que os traz de volta do sono profundo no momento em que os pais se esgueiram para sair do quarto.

 

Alguns bebês dormem tranquilamente por horas e logo adquirem hábitos e horários para dormir e acordar, enquanto outros têm o sono atribulado. Cada criança é única e muitos fatores podem influenciar na qualidade de sono delas. Porém, existem alguns fatos bastante curiosos a respeito do sono dos pequenos. Veja só:

 

O ciclo de sono dos bebês tem duração muito menor do que o de um adulto.

Nos recém-nascidos, depois de cerca de 30 a 45 minutos ele pode acordar. Alguns bebês conseguem emendar um novo ciclo na sequência, enquanto outros podem precisar da ajuda dos pais para prolongar o sono.

 

Deixar o bebê acordar sozinho pela manhã pode bagunçar todo o dia dele.

Se seu filho acorda sempre no mesmo horário, mesmo que você não o chame, não há problema. Mas se seu pequeno acorda cada dia em uma hora diferente, isto afeta a sequência das mamadas, das atividades e das sonecas, fazendo com que seja mais difícil estabelecer uma rotina.

 

A primeira soneca do dia é muito importante.

Se o bebê demora mais para fazer a primeira soneca, as seguintes também atrasarão. Ou seja, a rotina de sono durante o dia também afeta a noturna, fazendo com que o bebê não durma bem.

 

Deixar o bebê muito cansado durante o dia pode gerar uma noite de caos.

Esqueça aquela ideia de que se você mantiver o bebê sem dormir durante o dia, ele dormirá a noite toda. Nas crianças, o cansaço em excesso é o maior inimigo do bom sono. Elas podem custar mais para pegar no sono e acordar mais facilmente em função disso.

 

Os bebês não acordam apenas por fome.

Muitos bebês acordam por hábito, porque se acostumaram a voltar a dormir sugando a mama da mãe. Se seu filho já tem mais de um ano e come bem durante o dia, é pouco provável que ele acorde durante a madrugada por estar com fome.

 

 

 

Fonte: Disney Babble

Colocando o bebê para dormir em 3 passos

post2

post2

Depois que o filho nasce, o sono dos pais nunca mais será o mesmo. E é fato que a falta de sono afeta negativamente a saúde geral e o ânimo de qualquer pessoa. Daí a importância de criar, desde cedo, uma rotina de cuidados que induza a criança ao sono, para que os pais também possam ter mais tempo para descansar.

 

É importante definir uma rotina e segui-la à risca, respeitando horários, para que o organismo da criança adquira o hábito do sono e de ir dormir. É necessário repetir esses ‘rituais’ firmemente durante pelo menos 7 noites, para que comece a fazer efeito e se tornar parte da rotina.

 

Confira os 3 passos que vão ajudar você a colocar seu bebê para dormir sem dramas.

 

1. Banho morno

O momento do banho é fundamental quando os bebês possuem menos de 7 meses. O banho com água morna e um sabonete neutro ajuda a relaxar e a tranquilizar o bebê, predispondo-o ao descanso posterior.

 

2. Massagem relaxante

Após o banho, seque seu bebê no seu quarto e, criando um ambiente acolhedor com pouca luz, aproveite para fazer uma massagem relaxante em seu pequeno. Ela deve ser uma espécie de carinho, com toques leves e macios, não uma sessão de fisioterapia. Caso seu bebê sofra com cólicas, peça ao pediatra que lhe ensine algumas massagens para reduzir os espasmos intestinais e aproveite esse momento para colocá-los em prática.

A iluminação baixa é fundamental pois a luz é um estimulante natural, então o organismo reage a ela nos despertando. Por isso, pelo menos meia hora antes de dormir, é importante já colocar a criança sob menor incidência de luz, para que o corpo relaxe e o cérebro libere melatonina, um hormônio essencial para o bom sono.

 

3. Garanta a tranquilidade

Para garantir a tranquilidade dos momentos que antecedem a hora de dormir, evite alimentar seu filho próximo a esse horário, nem estimule brincadeiras muito ativas. Ler histórias ou colocar uma canção de ninar pode ajudar a criar um momento tranquilo para induzir ao sono. Mantenha um tom de voz baixo para falar com seu pequeno, enquanto ele adormece. O melhor é colocar o bebê no berço logo que ele aparentar sonolência, para que ele aprenda a relaxar por si mesmo e a dormir desacompanhado. Os bebês que dormem sozinhos tendem a dormir mais rapidamente e aprendem a se acalmar quando despertam durante a noite.

 

 

 

Fonte: Guia Infantil

Acordando sem dramas

post2

post2

 

Se você passa trabalho para acordar as crianças pela manhã, estas dicas podem lhe ajudar.

 

1. Acorde mais cedo

Acorde bem antes do seu filho e já abra um pouco a cortina dele ou acenda a luz e vá iniciando suas tarefas matinais. A intenção é que a luminosidade e os ruídos da movimentação na casa façam com que ele vá despertando aos poucos.

 

2. O poder da rotina

O sono dos pequenos precisa ter horários, mantendo o mesmo padrão para dormir e acordar diariamente. Assim, o organismo deles vai se habituando à rotina, facilitando o despertar pela manhã.

 

3. Acordando no pique

Outra ideia que pode ajudar a despertar seu filho e ainda deixá-lo animado para começar o dia é colocar a música favorita dele para tocar.

 

4. Vencido pela fome

Crianças que jantam e dormem cedo costumam acordar famintas. Use o apetite matinal dele como seu aliado, preparando um café da manhã delicioso, com coisas saudáveis e que seu filho goste. Depois, é só avisá-lo que o café está servido – aproveite para estimulá-lo, contando as delícias que o esperam. Vai ser difícil ele resistir.

 

 

 

Fonte: Revista Crescer

Cuidados essenciais com seu bebê

bebe

bebe

 

As mamães de primeira viagem vão adorar esse post. Trouxemos algumas dicas de cuidados com os bebês, que às vezes passam despercebidos. Confira.

 

Roupinhas para dormir

Durante o sono, os bebês se viram, podendo ficar descobertos e, consequentemente, com frio. Por isso, mais importante do que cobri-lo bem, é colocar uma roupa quentinha para ele dormir. Assim, se ele se descobrir, não ficará com frio. Macacõezinhos são ótimos para proteger o seu bebê. E, claro, sempre leve em consideração a temperatura da noite, para que ele não acabe ficando com calor e acorde suado, que também pode ser prejudicial.

 

Atenção redobrada na hora do banho

A temperatura indicada para o banho dos bebês é entre 36 e 37 graus. Se não dispuser de um termômetro específico para isso, você pode fazer o teste mergulhando seu antebraço na água. Quando for colocar o bebê, comece pelos pezinhos dele e observe sua reação, se ele parece confortável com a temperatura da água. Nos primeiros meses de vida, os banhos do bebê não devem ser muito longos. Procure não acrescentar mais água – nem quente, nem fria – durante o banho, enquanto o pequeno estiver na banheira. E, quando for secá-lo, lembre-se de cada dobrinha e também entre os dedinhos.

 

Escolha uma boa fralda

Escolher uma boa fralda é fundamental para que seu bebê fique sequinho e não tenha problema com vazamentos. Algumas marcas possuem indicador de umidade, para ajudar mamães e papais a saber que está na hora de trocar. Durante a noite, uma fralda que permanece sequinha pode ajudar seu bebê a dormir melhor, além de evitar assaduras e outras preocupações para os pais.

 

 

Fonte: Just Real Moms

Insônia na gravidez

insonia

insonia

 

Mais do que para a saúde de qualquer pessoa, ter um sono de qualidade é essencial para uma gestação tranquila. É durante o período de descanso profundo que a mulher garante a manutenção do organismo e sua capacidade de sustentar a gravidez. Por isso, trouxemos algumas dicas para lidar com a insônia durante a gravidez.

 

Ao contrário do que muita gente acredita – que a gravidez deixa a mulher mais sonolenta – muitas mulheres podem sofrer com noites de insônia durante o período de gravidez. As alterações do sono da gestante, como dificuldades para dormir, sono leve e pesadelos, são normais e decorrentes das alterações hormonais típicas desta fase. Porém, o descanso é fundamental para o desenvolvimento do bebê.

 

O tamanho da barriga, ir ao banheiro com mais frequência, a azia e a rapidez do metabolismo também contribuem para alterações no sono da grávida.  Mas com estas dicas que podem ajudar as futuras mamães a dormir bem durante a gestação:

 

– Verifique o conforto do quarto e se a cama e a temperatura são ideais;

 

– Durma, preferencialmente, com dois travesseiros, um para apoiar a cabeça e outro para ficar entre os joelhos;

 

– Evite o consumo de bebidas estimulantes como coca-cola, café, chá preto e chá verde;

 

– Caso tenha insônia, não fique enrolando muito na cama, levante, tome um banho morno, leia um livro e escute uma música suave. Só deite novamente quando ficar sonolenta.

 

 

Fonte: Vix

Seu filho está com problemas na escola? O problema pode ser apneia

little boy sleeping

Dados da Associação Brasileira do Sono apontam que cerca de 6% das crianças e adolescentes são portadores da Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS). O distúrbio, que faz com que a pessoa pare de respirar durante o sono, desencadeia uma série de complicações na garotada, que nos adolescentes pode estar relacionada com a queda do rendimento escolar, agressividade, hiperatividade e cansaço persistente.

Para combater o problema os pais precisam estar atentos ao sono dos filhos. Vale lembrar que nem todo mundo que ronca tem apneia, mas todos os apneicos roncam, além de terem pequenos engasgos (que ‘acordam’ o organismo, para que ele volte a respirar) durante o sono.

Estes sinais devem ser relatados ao médico e dentista para que a suspeita seja investigada. Pesquisas indicam que crianças com problemas para dormir tiram notas piores na escola e têm mais dificuldade para aprender.

little boy sleeping

Como fazer seu filho dormir mais e melhor

Newborn baby boy (0-1 month) sleeping on bed

Quem é pai e mãe sabe que depois do nascimento da criança o sono nunca mais será o mesmo. Seja nos primeiros anos, com o zelo na hora do sono, seja quando são adolescentes e já iniciam a vida social nas festas com os amigos.

O sono muda à medida que envelhecemos, principalmente a quantidade que dormimos. Um recém-nascido dorme cerca de 18 horas por dia. Mas o sono do bebê tem um ciclo diferente do adulto e é isso que o fará despertar e voltar a dormir várias vezes, dia e noite, sem parar.

Segundo o pediatra Gustavo Moreira, do Instituto do Sono da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), o ciclo de sono do bebê dura três horas. Isso quer dizer que, a cada três horas, ele vai despertar. Mesmo as fases do sonho são diferentes entre adultos e bebês. Enquanto os pais têm o sono REM e não REM, o recém-nascido tem os equivalentes sono ativo (a fase em que se sonha) e sono calmo. E mais: como viveu nove meses no escuro do útero, ao nascer ele não faz diferença entre dia e noite, o que só muda depois do terceiro mês.

Os pais não devem se preocupar, portanto, se, nessas 18 horas que passa dormindo, o bebê acordar oito vezes. “É importante que os pais entendam isso, porque às vezes a expectativa é outra. É normal esse despertar, assim como é normal que troque o dia pela noite até os três meses. Não é porque o bebê do vizinho dorme mais que há algo de errado”, desmistifica Gustavo. Há, contudo, uma série de rituais que podem ser adotados para o bebê amadurecer seu sono. Há, inclusive, livros e livros ensinando técnicas mais ou menos eficientes para os bebês aprenderem a dormir sozinhos, emendando um sono no outro.

Confira algumas dicas que podem ajudar o seu bebê a dormir melhor:
– Entenda o seu filho e a rotina que ele iniciar depois do nascimento
– Através da luminosidade tente diferenciar para o bebê quando ele está dormindo durante o dia ou à noite
– A partir dos seis meses dê um banho na criança, escove seus dentes, ou massageie no caso dos mais novinhos, coloque o pijama e ponha a criança no berço
– Para os mais novos vale cantar uma música, para os mais crescidos, uma historinha
– Coloque a criança no berço ainda acordada, para que ela reconheça que está no lugar de dormir
– Adote um brinquedinho, um bichinho que só fique no berço. Assim, quando o bebê for colocado ali e ver o brinquedinho, vai saber que ele é seu companheiro de dormir, e que está na hora de pegar no sono.

Newborn baby boy (0-1 month) sleeping on bed

O sono da criança até o primeiro ano de vida

Newborn baby sleeping

Dormir a noite toda é o sonho de todo o pai e mãe de bebês. Logo que nascem os pequenos costumam dar o maior trabalho e deixar os papais acordados a noite toda.

Saiba como funciona o sono dos pequenos desde os primeiros dias de vida.

Recém-nascido – Os recém-nascidos não sabem a diferença entre o dia e a noite. Eles precisam dormir e comer o tempo todo, por isso, não importa se é dia ou noite.
Média de sono – de 16 a 18 horas por dia, por períodos de duas a quatro horas seguidas e acorda com fome
Dica – Quando seu bebê estava no útero, andar o embalava para dormir. Não é de surpreender que o recém-nascido ainda adore ser balançado e embalado. Envolver bem o bebê com cobertas o fará se sentir “em casa”. Muitos bebês também gostam de música.

Três semanas – Embora seu bebê ainda acorde para mamar durante a noite, ele provavelmente está dormindo por períodos mais longos, talvez umas três ou quatro horas. Ele também vai começar a ficar mais tempo acordado.
Média de sono – 16 a 18 horas por dia
Dica – Se seu bebê tende a dormir o dia todo e a cochilar enquanto mama, tente acordá-lo para comer. Ele precisa aprender que é à noite que deve dormir. Ajude-o a se organizar um pouco mais agora, levando-o para junto da família por volta das 16h00. Mesmo que ele cochile, coloque-o em uma cadeirinha fixa ou bebê-conforto. Dê-lhe um banho por volta das 19h00/20h00. Isso irá deixá-lo acordado e relaxado para o longo período de sono que se aproxima.

Dois meses – Seu bebê está começando a se acalmar sozinho para dormir, mas talvez ainda acorde à noite para comer. Embora seu padrão já esteja se regulando, você ainda terá que seguir o ritmo dele. É muito cedo para fixar um horário para ele, pois poderia ser prejudicial.
Média de sono – 15 a 16 horas em média por dia.
Dica – Choramingar um pouquinho quando ele acorda é normal. Não corra para segurá-lo, deixe-o choramingar um pouco (mais ou menos cinco minutos). É possível que ele se acalme sozinho.

Quatro meses – Ele vai dormir bastante à noite e vai tirar ainda mais ou menos duas sonecas de duas a três horas durante o dia. Esta é uma fase de transição gradativa para duas sonecas diurnas. Nos dias em que seu bebê tira apenas duas sonecas, ele provavelmente dormirá mais à noite.
Média de sono – 9 a 12 horas (mais duas sonecas)
Dica – O bebê agora se vira um pouco e provavelmente se mexe. Verifique se o cobertor está bem colocado, pois ele poderá se descobrir e acordar com frio. Veja na etiqueta de que material é feito.

Newborn baby sleeping

Seis meses – Os padrões de sono das pessoas variam e o mesmo acontece com os bebês de seis meses. Circunstâncias especiais como doença ou dormir numa cama diferente, podem afetar o padrão de sono do bebê. Caso contrário, ele está se acomodando.
Média de sono – em média 11 horas por noite (duas sonecas por dia)
Dica – Coloque seu bebê na cama enquanto ele ainda está acordado. Desse modo, ele aprenderá a pegar no sono em sua própria cama. Dê ao bebê o seu brinquedo favorito ou agrado para ajudá-lo a dormir. Embora seja bom tirar todos os brinquedos do berço, você pode deixar o cobertor ou bichinho que ele gosta. Isso irá tranquilizá-lo.

Nove meses – As preocupações com o sono são comuns por volta dos oito ou nove meses. Pode haver uma fase em que o bebê acorde sozinho no meio da noite e acorde a todos na casa, mesmo depois de passado um período dormindo a noite toda.
Média de sono – 11 a 12 horas por noite (mais duas sonecas)
Dica – As crianças tendem a dormir mais quando estão doentes. Mas é difícil que durmam uma hora a mais do que o habitual. Se seu bebê estiver dormindo mais do que uma hora além do tempo normal quando estiver doente, fale com seu médico imediatamente.

Um ano – As brigas na hora de dormir começam com um ano. O bebê está tão entusiasmado com suas novas habilidades, que sossegar para dormir torna-se cada vez mais difícil. Ele pode provocá-la a pegá-lo do berço, ele é tão gostosinho que você não resiste. Porém, não abra mão da rotina na hora de dormir, pois ela é útil daqui para frente.
Média de sono – em média 11 horas por dia (mais duas sonecas)
Dica – Você vai notar que seu bebê está dormindo cada vez menos à tarde, e que ele parece ficar feliz brincando um pouco no berço antes de chamá-la. Coloque alguns brinquedos pequenos no berço para estimular essa atitude. Mas não coloque brinquedos grandes, pois ele pode aprender a empilhá-los e sair do berço.

Crianças com problemas de sono

galo

O sono das crianças costuma ser um dos itens mais debatidos entre pais, médicos e responsáveis. Alguns dormem demais, outros de menos, e o sono dos pais acaba ficando em segundo plano. Como um bom descanso é ideal para a paz e saúde da família, trazemos dicas de especialistas de como lidar com alguns perfis e distúrbios comuns de sono entre as crianças:

galo

– O galo: Ele/ela está cheio/a de disposição cedo demais? Duas sugestões para lidar com esse perfil: se a criança continua alerta o dia todo, tente adiar um pouco o horário de ir pra cama à noite, mas se ela tem sono no final da manhã é sinal que foi despertada cedo demais por algum fator externo (investigue, pode ser o barulho do trânsito, fome ou a fralda molhada). Se nada resolver, faça com que a criança possa ficar acordada mas tenha que ficar por mais algum tempo descansando na cama com brinquedos.

– O agitado: nós conhecemos bem os sinais típicos de uma criança que precisa tirar uma soneca. Mas, se por algum motivo, ela insiste em não dormir é preciso adotar uma rotina rígida de sonecas. Especialistas dizem que é mais fácil manipular os horários de sonecas durante o dia do que do sono noturno! Portanto, coloque atividades mais agitadas na parte da manhã e deixe atividades mais relaxantes para a tarde e faça com que a criança fique mais quieta e sozinha em seu quarto para então tentar descansar.
soneca

O apegado: se a sua criança dorme em qualquer horário e local, desde que seja grudada em você, eis uma dica: acostume os assustados a uma rotina lenta e reconhecível pelo menos meia-hora antes de ir pra cama. Vá desligando aparelhos, organizando o quarto, diminuindo as luzes e deixe-os sozinhos por alguns instantes, voltando depois. A cada dia fique mais alguns minutos longe do quarto e, com o tempo, você pode voltar e encontra-lo dormindo.

O sonâmbulo: por mais estranho que possa parecer, especialistas dizem que este não é um costume prejudicial – contanto que o ambiente esteja seguro. Portanto, se seu filho costuma sair da cama dormindo, feche o acesso a escadas ou ao banheiro e coloque um sino na porta do quarto dele para que você escute e esteja de olho.

A coruja: com o passar dos anos, muitas crianças e adolescentes estressam os pais com sua insônia. É preciso analisar se a criança não anda sobrecarregada de atividades extracurriculares e colocar um limite no horário para usar aparelhos eletrônicos.

coruja

Via http://www.realsimple.com/health/preventative-health/sleep/child-sleeping-habits