Blog :: Xalingo

Tag - piscina

Brincadeiras para fazer na piscina

Aproveitar os dias quentes e ensolarados na piscina é uma das atividades favoritas de muitas crianças durante as férias. Para aumentar a diversão, trouxemos algumas sugestões de brincadeiras para fazer em grupo – e até com os adultos. Confira!

 

 

Elefante colorido

 

Que tal levar para a água essa brincadeira clássica? Todos os participantes se juntam em um lado da piscina, exceto o pegador. Todos gritam:

– Elefante colorido, podemos passar?

– Só se tiver uma cor!

– Que cor?

Aí o pegador fala uma cor e quem a tiver na roupa de banho ou algum acessório, pode atravessar a piscina sem problemas. Os demais terão que tentar atravessar sem serem pegos. Se alguém for tocado pelo pegador, fica com o pique, tornando-se o pegador na rodada seguinte.

 

 

Nado ou pulo maluco

 

Aqui, a brincadeira é inventar um nado ou um pulo, para os demais copiarem. Quanto mais maluco, melhor! Apenas atenção para que as crianças não acabem escorregando ou batendo a cabeça na borda da piscina.

 

 

Boiando na correnteza

 

Se a piscina for pequena e rasa, uma boa ideia para entreter as crianças maiores é brincar de correnteza. Todos correm em fila para o mesmo lado, para criar uma corrente de água. Depois é só deitar e flutuar.

 

 

Importante: para a realização das brincadeiras, o ideal é que as crianças sejam maiores de 7 anos e saibam nadar.

 

 

 

 

Fonte: Tempo Junto

Dor de ouvido de verão

post2

post2

Diferente daquela que acontece no inverno, a dor de ouvido que costuma afetar as crianças no verão é decorrente do maior contato com a água do mar e piscina. Mas não se preocupe, é possível prevenir e tratar. Confira.

 

A otite externa, comum no verão, geralmente é causada pela água, que fica acumulada na cavidade do canal do ouvido, abrindo caminho para infecções. Ela acontece com maior frequência nas crianças a partir dos 3 anos, que, nessa época de calor, passam boa parte do dia na piscina ou no mar.

 

Para que essa doença não atrapalhe a bagunça das férias, o melhor caminho é a prevenção. Para isso, basta tomar alguns cuidados, como secar bem a parte externa do ouvido com uma toalha macia após o banho e usar protetores de silicone para os ouvidos – vendidos em lojas de esporte ou especializadas em natação.

 

Se a criança reclamar de dor ao passar a camiseta pela altura das orelhas ao tirar ou vestir, fique atento, pois pode ser otite. A pele do conduto auditivo é muito sensível e tem ligação com a cartilagem, por isso, logo dá indícios da infecção. Em alguns casos, a orelha apresenta vermelhidão e um leve inchaço. Como em qualquer outro processo infeccioso, a otite também pode ocasionar uma febre leve.

 

Ao identificar esses sintomas em seu filho, use analgésicos (previamente receitados pelo pediatra) e compressas quentes. Em hipótese alguma tente usar hastes flexíveis para limpar, secar ou retirar qualquer possível secreção de dentro do ouvido, pois assim só aumentará as chances de causar ferimentos e piorar a situação.

 

Caso seu filho tenha otites com muita frequência, converse com o médico. Ele poderá investigar se existe alguma causa específica e indicar os procedimentos adequados.

 

 

 

Fonte: Crescer

Festa infantil em clima de verão

03

Seu pequeno faz aniversário em pleno verão? Que maravilha! Você pode aproveitar o clima da estação e fazer para ele uma festinha no clima da estação, com temas de praia ou até mesmo na piscina, com jogos aquáticos.

Inspire-se nessas ideias, faça o pequeno feliz e divirta toda a turminha!

Compre novos baldinhos, higienize-os e use-os para servir as guloseimas!

As cores e a alegria da estação por si só já divertem a criançada! (E lembre-se de colocar no convite que as crianças devem vir com suas boinhas de braço!)

Kits de praia como lembrancinhas.

Que tal encher uma piscininha inflável de areia e enchê-la de brinquedinhos de praia?

Infláveis divertidos podem ser usados para decorar a mesa!

Um bambolê, uma piscininha e um bocado de detergente podem fazer bolhas gigantes para distrair a criançada!

Brinquedos garantem a festa dentro da piscina!

Entre no clima na decoração, nos petiscos, no convite…

Se vocês estiverem no litoral, por que não fazer uma pequena festinha na praia mesmo? Mas, por segurança, convide os pais também. É complicado ter que cuidar de tantas crianças em um local aberto!

Use cartolinas para transformar os pratinhos em animais marinhos e decore os petiscos como sua criatividade mandar!

Delicinhas divertidas e saudáveis!

E você pode ainda usar as receitas de picolés que publicamos para servir essas delícias para os pequenos. Hmmm…

Brincando na água!

01

Que tal aproveitar as altas temperaturas para divertir as crianças com jogos aquáticos? Dá pra curtir na praia, na piscina, no clube, no campo ou até mesmo no pátio de casa.

Além de divertido e refrescante, brincadeiras na água fazem muito bem à saúde dos pequenos, como mostra a reportagem a seguir:

PÁTIO SEM PISCINA:

BEXIGUINHA

Número de participantes: de 4 a quantos quiserem brincar, mas deve ser número par

Material: Um daqueles balõezinhos que se enche com água (as bexiguinhas) para cada duas pessoas.

Como brincar: Encham um balãozinho para cada dupla. Formem duas filas, com as duplas em frente uma da outra. Uma fila começa com os balões, e deve jogá-los para suas duplas na outra fila, sem deixar cair.

Cada vez que o balão for jogado, a dupla dá um passo para trás cada um, ficando mais longe, de modo que vai ficando cada vez mais difícil jogar o balão sem estourá-lo. Ganha a última dupla que ficar com o balão inteiro.

LOCAIS COM PISCINA:

TÚNEL NA PISCINA

Número de participantes: no mínimo 3

Como brincar: Joguem na parte rasa da piscina, onde todos encostem o pé no chão. Escolham uma pessoa para ser o pegador. Os outros devem tentar escapar. Quem for pego deve ficar parado com as pernas abertas.

Uma pessoa pode ser libertada se outra mergulhar e passar por baixo de suas pernas. O último a ser pego é o pegador na próxima rodada.

TUBARÃO E PEIXINHO

Número de participantes: de 3 a quantos couberem (um ao lado do outro) em uma borda da piscina

Como brincar: Um jogador começa como tubarão, no meio da piscina. Os outros são peixinhos e começam em uma das bordas. O tubarão grita “peixinhos!”, e os peixinhos devem pular na piscina e nadar o mais rápido possível até a outra borda sem serem pegos pelo tubarão.

Quem for pego vira tubarão. O jogo continua até sobrar só um peixinho, que é o vencedor. Se quiserem continuar, o vencedor pode começar como tubarão na rodada seguinte.

RESGATE

Número de participantes: no mínimo 2

Material: pequenos objetos que boiem, como coquinhos de pinheiro ou fichas plásticas, em número duas vezes maior que o número de participantes.

Como brincar: Os participantes ficam na borda da piscina, virados para fora. Um jogador lança as pecinhas na água e grita “já!”. Todos tentar pegar as pecinhas. Não vale arrancar da mão de outra pessoa. O primeiro que pegar duas pecinhas e sair da água é o vencedor.

Sugestão: Se houver óculos de mergulho e os participantes souberem mergulhar, se pode usar objetos que afundem.

Nos jogos que envolvem piscina, lembre-se de tomar os devidos cuidados com a segurança dos pequenos! É importante ter sempre a supervisão de um adulto que saiba nadar, e as crianças menores devem usar bóias de braço.

Fonte: Terra Crianças e Getty Images