Blog :: Xalingo

Tag - atividades

Filhos de férias, pais trabalhando

Seus filhos estão de férias, mas você não? Calma! Existem algumas alternativas para as crianças se divertirem com segurança e você poder trabalhar tranquilo. Confira essas ideias.

 

Férias na casa dos avós

A casa dos avós costuma ser a primeira e ótima opção para as crianças. Caso eles morem na mesma cidade, as crianças podem passar o dia lá, enquanto os pais vão ao trabalho. Caso morem mais longe, os pequenos podem passar alguns dias com os avós, que certamente vão adoram esse contato prolongado com os netos. Avós costumam permitir coisas que os pais não deixam, fazendo as vontades das crianças e, quem sabe, podem até ensinar a elas algumas brincadeiras “de antigamente”.

 

Colônia de férias em casa

Para quem não tem parentes próximos e mora em condomínio, uma boa alternativa é reunir outros pais e contratar uma equipe de recreação para divertir e cuidar das crianças, criando uma colônia de férias própria. Os recreacionistas podem fazer brincadeiras com os pequenos no pátio ou na garagem do condomínio, entretendo-os enquanto os pais ficam no trabalho.

 

Home-Office

Para pais cujo trabalho permite, o home-office também pode ser uma boa alternativa. As crianças podem chamar outros amiguinhos cujos pais estejam trabalhando e assim, têm companhia para brincar, enquanto os pais realizam suas tarefas, supervisionando-as de vez em quando.

 

Férias no clube

Muitos clubes oferecem atividades recreativas de férias para os pequenos. Em muitos casos, existe programação para o dia todo, fazendo com que os pais possam deixar os filhos pela manhã e buscar no fim do dia. Ao optar por essas atividades, é importante pedir aos monitores que lhe enviem fotos durante o dia, para que você possa acompanhar e ficar tranquilo a respeito da segurança do seu filho.

 

Parceria entre famílias

Um bom motivo para estreitar o relacionamento com os pais dos amiguinhos dos seus filhos é, nesta época de férias, poderem formar parcerias e se revezarem para cuidar das crianças. É possível formar um grupo e em cada dia da semana, um pai ou responsável fica com as crianças. A vantagem é a segurança e, para elas, a possibilidade de variar os lugares e brincadeiras. Uma família pode ter piscina em casa, outra, morar próxima a um parque, e assim por diante.

 

Gostou destas dicas? Se tiver outras sugestões de como entreter as crianças enquanto os pais ficam no trabalho, mande para a gente nos comentários.

 

 

 

Fonte: Crescer

Diversão nas férias com a Xalingo

post1

post1

As férias de verão estão aí! Época em que as crianças aproveitam para brincar mais ao ar livre, seja no quintal, na praia ou piscina… Mas, e quando chove? Como entreter os pequenos com algo divertido, e ao mesmo tempo educativo?

 

Pensando nisto, a Xalingo desenvolve várias atividades durante o ano inteiro, para que as crianças possam aprender e se divertir ao mesmo tempo. Confira!

 

Aprender Brincando

Uma série de apostilas com atividades que, como o próprio nome indica, permitem às crianças aprender enquanto se divertem. Cada edição possui uma temática específica e vem com atividades diferentes, como caça-palavras, labirintos, pinturas, desafios e muito mais.

Acesse:

AB

 

 

Clubinho Xalingo

Um site inteiro dedicado à diversão dos pequenos, o Clubinho traz jogos online, dicas, curiosidades, além de sugestões de atividades para fazer off-line com os amiguinhos e a família.

Confira:

clubinho

 

Não faltam opções de entretenimento educativo para os pequenos. Conte com a Xalingo para garantir a diversão da criançada durante o ano todo!

 

 

 

Fonte: Xalingo

Incluindo as crianças nos preparativos de Natal

post3

post3

Enfeitar a casa, montar a árvore, comprar os presentes, tudo isso pode ficar ainda mais divertido com a ajuda dos pequenos. Aproveite o clima de alegria e união desta época, para ensinar às crianças alguns conceitos de organização, enquanto envolve elas nos preparativos para o Natal. Confira estas dicas.

 

Categorizando as peças

Você pode começar mostrando às crianças como é possível reaproveitar boa parte da decoração natalina dos anos anteriores. Tirem as caixas do armário, verifiquem os enfeites que ainda poderão ser utilizados. Peça para os pequenos ajudarem a separar e escolher os itens. Depois, façam uma lista das coisas que precisarão ser compradas.

 

Decorando

Depois de separar e organizar itens antigos e novos, é hora de começar a preparar a casa. Peça para as crianças ajudarem a pendurar os enfeites na árvore, colocar os personagens no presépio e montar arranjos para a mesa.

 

Arrumando a bagunça

Depois que as festas acabarem, ainda tem mais uma importante lição para os pequenos: arrumar a bagunça que ficou. Assim como eles ajudaram a decorar, envolva-os na desmontagem da decoração, na organização dos itens para serem guardados sem danificar e poderem ser aproveitados no próximo ano.

 

Divirtam-se e boas festas!

 

 

 

 

Fonte e imagem: Crescer

 

Passatempos podem mesmo ser educativos?

post3

post3

Muitos pais se questionam se as revistas com passatempos e jogos como caça-palavras e labirintos realmente podem auxiliar no aprendizado dos seus filhos. Quer saber a verdade? Eles são ótimos!

 

As atividades chamadas de passatempo podem ser grandes aliadas no desenvolvimento e na alfabetização das crianças. Isso porque elas estimulam a atividade mental, aguçam a imaginação e colaboram em habilidades como coordenação motora, concentração, entre outras.

 

Além disso, por geralmente envolverem letras, construção e identificação de palavras, os passatempos também auxiliam no processo de alfabetização, fazendo com que, através dos joguinhos, a criança aumente sua familiaridade com letras, números e a própria escrita.

 

Este tipo de atividade é excelente para distrair as crianças, fazendo com que elas se divirtam e aprendam ao mesmo tempo. E já reparou como elas ficam contentes quando conseguem completar corretamente os desafios propostos?

 

Não faltam motivos para você apostar nos jogos de passatempo para entreter seus filhos. Por isso, a Xalingo possui uma área dedicada especificamente a isto, é o Aprender Brincando. Lá você vai encontrar uma apostila de atividades diferentes a cada mês, com temas divertidos e instrutivos para os pequenos.

 

Acesse e confira! 

post3b

 

 

 

 

Fonte: Disney Babble

Tempo para ser criança

post2

post2

Existe um movimento que está se popularizando pelo mundo, o Slow Parenting, que, em tradução livre, seria uma paternidade sem pressa. Segundo os adeptos dele, o ritmo acelerado da vida das famílias pode reduzir as possibilidades da infância.

 

De fato, se pararmos para pensar nas infâncias de algumas décadas atrás, muita coisa mudou. Hoje em dia muitas escolas possuem aulas pela manhã e à tarde e, além disso, os dias das crianças são preenchidos por uma série de atividades – esportes, idiomas, artes, etc. Não que as atividades sejam ruins, mas o excesso delas pode ser prejudicial ao desenvolvimento dos pequenos.

 

Quando se preenche o dia da criança com escola e atividades, sobra pouco tempo para que ela seja, efetivamente, criança. É fundamental que os pequenos tenham um tempo livre para experimentar, fazer descobertas por conta própria. Essa necessidade constante de atividades pode ser muito mais algo dos adultos, uma forma de pais ocupados manterem suas crianças também ocupadas.

 

Os defensores do Slow Parenting afirmam que desacelerar é preciso, até para que os pais possam curtir mais a infância dos seus filhos, estarem presentes e permitir que eles cresçam com mais liberdade e personalidade. Sem tempo livre para explorar e se conhecer, a criança fica limitada ao universo das coisas e gostos dos adultos, reduzindo as possibilidades de que ela descubra e desenvolva o seu próprio mundo e interesses.

 

 

Fonte: Pais e Filhos

Tirando as crianças do sofá

sofa

sofa

 

O sedentarismo colabora fortemente para os casos crescentes de obesidade infantil.  Pensando nisto – ou apenas para aqueles dias de chuva, quando você não sabe mais o que inventar para divertir os pequenos, trouxemos algumas ideias de atividades.

 

A melhor maneira de tirar os pequenos do sofá é oferecer brincadeiras. E, por que não usar o próprio sofá como playground dentro de casa? Você pode elaborar um circuito para as crianças, usando móveis e brinquedos. Basta organizar uma sequência de atividades motoras que elas deverão cumprir e depois repetir.

 

Por exemplo, você pode usar um túnel de brinquedo ou organizar um com cadeiras, para o pequeno passar engatinhando. Depois, subir em um pufe ou banquinho, pular no sofá, e em seguida, se jogar sobre uma almofada grande ou mesmo colchão. Depois disso, ele deve levantar e correr para recomeçar a série.

 

Você pode incrementar e aumentar a dificuldade do circuito de acordo com seu espaço e móveis disponíveis, adicionando novas atividades com cambalhota no tapete durante o percurso.

 

Ser criativo nessas horas, para elaborar as atividades propostas, é fundamental. E é certeza de diversão para os pequenos com movimento e estripulias.

 

 

Fonte: Tempo Junto 

Piquenique de primavera

picnic

picnic

 

A primavera chegou e, com ela, dias mais ensolarados e de temperaturas agradáveis. Que tal aproveitar para transformar o lanche da tarde do seu pequeno em um piquenique delicioso e divertido?

 

Separe uma toalha e uma cestinha com coisas gostosas e saudáveis para o lanche. Quanto mais colorido melhor! Escolha frutas frescas da estação ou secas, bolinhos, prepare sanduíches, suco natural… Depois é só escolher algum espaço aberto perto de casa – um parque, praça ou até no quintal mesmo ou jardim do condomínio. Lembre-se de levar algum brinquedo ou livro para garantir uma diversão extra e de recolher todo o lixo no final!

 

Enquanto você planeja e organiza esse piquenique divertido, que tal já ir colocando seu filho no clima? Com as atividades do Clubinho Xalingo, ele pode se divertir e aprender brincando. E o mais legal é que tem uma apostila com o tema de piquenique, perfeita para imprimir e levar para brincar, desenhar e colorir nessa tarde divertida que vocês terão ao ar livre. Acesse o link e faça o download: Aprender Brincando Pic Nic

 

 

Para mais apostilas de atividades de desenho, pintura e aprendizado com muita diversão, acesse o Clubinho Xalingo – Aprender Brincando

 

 

Fonte: Criança e Natureza

 

Brincadeiras que atravessam gerações

amarelinha

Devido a uma série de fatores, as crianças brincam na rua cada vez menos. Porém, na medida do possível, é necessário criar oportunidades para isso e, mais ainda, resgatar antigas brincadeiras. Mais do que diversão, muitos jogos e atividades praticados antigamente também ajudavam a desenvolver habilidades nas crianças. Que tal relembrar a sua infância, ensinando às crianças algumas daquelas brincadeiras?

 

amarelinha

 

Confira algumas brincadeiras clássicas e as habilidades que elas estimulam.

 

Coordenação motora

Amarelinha, peteca e pião são ótimas para desenvolver a coordenação motora nas crianças, além de trabalhar força, destreza e senso de distância.

 

Ritmo

Atividades como corrida de saco, corda, elástico e pula-sela desafiam os participantes a se superar fisicamente, para conseguir combinar o ritmo e os movimentos necessários.

 

Habilidades físicas

Barra-manteiga, cabra-cega, caça ao tesouro, mãe da rua, morto-vivo, pega-pega, esconde-esconde… Estas brincadeiras oferecem grande potencial de desenvolver habilidades físicas, como agilidade, correr e pular. Além disso, elas promovem o pensamento estratégico e fazem com que as crianças se coloquem no lugar do outro, trabalhando espírito de cooperação e equipe.

 

União

Brincando de cabo de guerra as crianças aprendem a importância de unir forças, coordenar movimentos e cooperar como time.

 

Raciocínio

Gamão, dados, dama, dominó, memória, mico, quebra-cabeça, jogos de percurso e xadrez são jogos de mesa interessantes para trabalhar o raciocínio, para se pôr no lugar do outro, aprender a esperar a vez e a sincronizar jogadas com o parceiro ou o adversário.

 

Agilidade

Brincadeiras como bambolê, batata-quente, dança das cadeiras, iô-iô, jokempô (pedra, papel e tesoura), pau de sebo e queimada também são ótimas, pois misturam desafios à coordenação motora fina, agilidade e ritmo das crianças.

 

Cultura

Brincadeiras de roda, como ciranda-cirandinha, escravos de Jó e corre-cotia são boas pedidas para ampliar o repertório cultural de canções populares de várias regiões e épocas. Trabalham também o vocabulário e a noção de coletividade.

 

 

 

Fonte: Revista Crescer 

 

Agenda sobrecarregada pode ser perigosa para o desenvolvimento dos pequenos

169998333

Você é do tipo de mãe ou pai que ocupa todas as manhãs e tardes dos seus filhos com atividades das mais diversas, pensando no futuro dos seus pequenos? É inglês em um dia, oficina de artes no outro, reforço de matemática no dia seguinte, espanhol à noite, futebol no final de semana e por aí vai!? Então é melhor repensar seus conceitos.

169998333

Hoje em dia, as crianças já crescem naturalmente em um mundo com um ritmo acelerado, cheio de pressões sociais que os fazem crescer muito rápido e desde cedo se preocuparem com o futuro profissional. Essa realidade, se incentivada pelos pais, com o excesso de obrigações, pode causar uma desestabilidade emocional.

É lógico que é muito importante investir em uma educação de qualidade para garantir o futuro dos pequenos. Mas sobrecarrega-los com muitas atividades pode não ser positivo. O excesso de obrigações e responsabilidades pode acabar por deixar os pequenos ansiosos e até mesmo estressados. Além disso, as crianças precisam ter folga para brincar, e tempo para ter vontade própria – além de descansar, claro.

Além disso, o ócio pode ser bom! Já ouviu falar em ócio criativo, muito comentado por profissionais de áreas criativas? Ele se aplica às crianças também! Deixar as crianças sempre ocupadas pode prejudicar o desenvolvimento da imaginação. Da mesma forma, o ócio e até mesmo o tédio pode incentivar a criatividade. Nem que seja buscando alternativas para ocupar esse tempo livre.

Na dúvida de como equilibrar, siga essa dica: tente programar a agenda da criança com não mais do que uma atividade por dia além da escola. E também não há a necessidade de ter tarefas todos os dias. “Seu filho terá todo o tempo do mundo para aprender tudo aquilo que você não teve condições de estudar. Mas deixe que ele faça as opções quando quiser – e se quiser. O mais importante é que, agora, ele tenha tempo para brincar”, afirma a Revista Veja.

Até porque, para “se dar bem na vida”, não é necessário apenas ter um currículo extenso e completo. É necessário que se tenha uma boa saúde física, qualidade de vida, equilíbrio emocional – itens que dificilmente serão adquiridos com uma agenda superlotada.

“Mamãe, eu estou entediado”

SONY DSC

…ou “mamãe, eu não tenho nada para fazer!”.

Com certeza você já ouviu (ou ouve com frequência) alguma dessas frases. Brincar com as crianças é uma delícia e super necessário para o desenvolvimento delas, mas existem momentos (especialmente em épocas como essa, em que as crianças estão de férias e você, não) em que você está atarefadíssima e a criança reclama de tédio ou que não tem o que fazer.

Para esses momentos, sugerimos essa ideia genial que encontramos no blog Somewhat Simple: a “’Mom, I’m Bored!’ Jar” – ou, o Pote do “Mamãe, estou entediado!”.

Tudo o que você precisa fazer é decorar um pote (pode ser um pote reciclado de alimento) e enchê-lo de pequenos bilhetinhos com ideias do que a criança pode fazer para passar o tempo. A gente sugere algumas, mas você pode criar outras de acordo com o que você tem disponível em casa ou o gosto do seu pequeno.

* Qual o seu DVD preferido? Assista-o novamente para relembrar!

* Ajude a mamãe a tirar o pó de um cômodo da casa.

* Ligue para a vovó (ou para o vovô, ou para o titio, ou para a titia), conte como foi sua semana e diga que você a ama!

* Qual o seu filme preferido? Faça um desenho sobre ele!

* Coma uma fruta!

* Escolha 5 brinquedos que você não brinca mais para doar.

* Leia!

* Olhe um álbum de fotos antigas.

* Escreva uma carta.

* Organize os seus brinquedos.

* Faça bolhas de sabão.

* Faça um brinquedo de sucata.

* Construa uma cabaninha com lençóis e cadeiras.