Blog :: Xalingo

Como evitar os efeitos das alergias que vêm com a primavera

post03

post03

No dia 22 de setembro se inicia a primavera. Apesar de ser uma estação repleta de belezas, muita gente sofre com as alergias que aparecem junto com a estação. Inclusive as crianças.

 

Conforme o chefe do serviço de pneumologia da Santa Casa de Porto Alegre/RS, Adalberto Rubin, além da mudança climática que vem com a nova estação, acontece um aumento na quantidade de fungos e ácaros no ambiente, que são fatores para o crescimento no número de problemas alérgicos. “O aumento da temperatura e a umidade são propícios à proliferação de fungos, ácaros e bactérias. Até mesmo as doenças que não são respiratórias, como conjuntivite e dermatite alérgica, também aumentam nesta época do ano”, salienta Adalberto.

 

Os sintomas das doenças alérgicas lembram muito os de resfriados e gripes. Algumas pessoas costumam dizer que passam o ano inteiro resfriadas, mas na verdade não é isso. As doenças respiratórias alérgicas podem ser controladas com o tratamento correto e amenizadas com cuidados básicos no dia a dia. Observe os sintomas e, se você sofre desse mal, fique atento às dicas para aliviar e evitar o desconforto.

 

Entre os principais sintomas das alergias, estão: espirros frequentes, coceira no nariz, olhos e garganta, olhos e nariz vermelhos, tosse constante, nariz entupido, chiado no peito e expectoração.

 

Para evitar as alergias, tente seguir essas dicas:

 

1) Mantenha as janelas de casa fechadas para evitar a entrada de ar em excesso. Mas é importante abrir um pouco, uma vez por dia, para arejar o ambiente;

 

2) Lave o nariz com soro fisiológico, pelo menos, uma vez ao dia, para tira as impurezas e diminuir o efeito do pólen e da poeira nas vias respiratórias;

 

3) Evite frequentar jardins ou locais com muito vento, flores e árvores;

 

4) O uso de óculos de sol ajuda a diminuir o contato do olhos com o pólen;

 

5) É importante secar as roupas no sol para eliminar microrganismos (ácaros) que podem se acumular no tecido;

 

6) Forre o colchão e o travesseiro com material impermeável para evitar o contato com outros causadores de alergias como ácaros e mofos. O ideal é usar colchão e travesseiro de espuma. O maior causador de alergia é o travesseiro de pena;

 

7) Evite carpetes, cortinas e brinquedos de pelúcia;

8) Cuidado ao manusear produtos de limpeza. Alguns podem irritar a mucosa nasal e devem ser evitados durante essa estação. Uma boa alternativa são os produtos biodegradáveis, que são menos irritantes;

 

9) Procure não usar descongestionantes nasais. Eles aliviam o problema por um determinado tempo, mas aumentam o inchaço nasal e acabam provocando ainda mais coriza. O uso contínuo do produto também pode causar rinite;

 

10) O ar-condicionado em temperatura ambiente pode ser um grande aliado no combate às alergias, pois retém as partículas prejudiciais em seu filtro. Porém, é importante limpar bem o filtro e fazer manutenção constante no aparelho.

 

11) É possível fazer um tratamento preventivo com antialérgicos. Métodos por inalação (oral ou nasal) protegem o organismo das substâncias que causam as alergias nesta época do ano. Consulte um especialista para saber qual o tratamento mais adequado.

 

Fonte: http://diariogaucho.clicrbs.com.br/rs/dia-a-dia/noticia/2016/09/saiba-identificar-e-prevenir-as-alergias-durante-a-primavera-7458414.html

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *